O que você faria – El Metodo

O métodoCom 28 anos, recebi um convite para participar da seleção de candidatos a uma vaga administrativa em uma multinacional do meio financeiro. O método de seleção era semelhante ao fictício Grönholm, dinâmica em que sete pessoas debatem decisões irreversíveis.

A situação
Uma catástrofe nuclear, as pessoas do abrigo deveriam escolher quem seria o sacrificado. Havia suprimentos e ar para apenas 6 pessoas. Na dinâmica, eu era uma arquiteta e presidente de um banco de projeção internacional. Ficariam pessoas essenciais à reconstrução do planeta. Deveríamos convencer o grupo de que éramos essenciais e assim nos manter vivos.

Estratégia
Para minha surpresa todos resolveram que eu “não” deveria morrer, sem que eu abrisse a boca. Pasma, perguntei: – Que os fez tomar essa decisão? A resposta foi de cair o queixo…

– A questão é essencial. Não sabemos quantas ou se sobreviveram mulheres e nem em que condições elas estão. Você é a reprodutora da espécie. Você vive!

E continuaram como se eu não mais estivesse no recinto. E realmente não estava, me senti jogada ao espaço direto e sem escalas, marginalizada, na posição de reprodutora. E o segundo passo deles, qual seria?

Não havia como discutir o fato de eu ser mulher. Mas, não discutir as circunstâncias era mais inadmissível do que aquilo que meus colegas de equipe planejavam para mim. Perguntei aos orientadores: Pode um argumento desses?
Claro que pode! Foi a resposta.

Havia na dinâmica um artista e um padre. Em não mais do que cinco segundos, os mesmos que decidiram por minha manutenção, restringiram a discussão na escolha de qual dos dois deveria morrer. Um por ter voto de castidade e o outro por ser artista, afinal artista não tem muita serventia em um mundo assim, diziam, o cara só vai dar trabalho.

Reação
A questão é que eu não pretendia arriscar perder as duas pessoas certamente dotadas de alguma sensibilidade, algo essencial para que eu quisesse estar viva, por isso, entrei na briga. O padre abriu mão da castidade e se defendeu com unhas e dentes. Eu defendia o artista com toda a minha garra, afinal para mim o padre era um traidor. No caso de ele viver, esperava que tivesse cruzado os dedos antes de dizer o que disse. Por fim era tanta garra na discussão que o tempo chegava ao fim. O artista desde o início se comportava com se já se considerasse morto, mesmo antes dos votos. Os finalistas para a vaga: eu e o padre.

Hoje estava lendo a Zero Hora – Empregos e Oportunidades, meio atrasada eu sei, estava lá em destaque “Seleção bicho-papão” – Filme em cartaz na Capital abre debate sobre limites nos processos de recrutamento para emprego. Quem estiver procurando um emprego, assista esse filme, atualmente é um método utilizado para recrutar pessoas para cargos de liderança.

Link para YouTube: El metodo

Anúncios

9 Respostas

  1. Este nome é fictício. Não existe qualquer método de selção chamado “Grönholm”. Tal método foi inventado, a partir de vários modelos de seleção de pessoal e dinâmicas degrupo (como a que citaste), pelo dramaturgo Jordi Galcéran, para a sua peça de teatro, de mesmo nome.

  2. Rodrigues, grata pela colaboração. Já fiz a correção > “O método de seleção era semelhante ao fictício Grönholm, dinâmica em que 7 pessoas debatem decisões irreversíveis.”

  3. Não há de quê! 🙂

  4. Pessoal, eu assisti este filme na faculdade e gostaria de assistir denovo…mas não consigo encontrar em nenhuma locadora e nem na internet para baixar…será que alguém poderia me ajudar?? Onde eu encontro este filme??? moro em SP – Capital….será que alguém tem este filme e poderia me mandar?
    Obrigada!!!!

    • Bem, eu não sei qual o seu estado Juliana, aqui no RS, eu negocio com a locadora. Pego todas as informações sobre o filme e informo a importância, pois a distribuição de filmes não-americanos, aqui, não é boa. Tenho conseguido bons resultados assim. Em Porto Alegre, na Espaço Vídeo, se consegue vídeos desta linha. Boa sorte para você.

    • https://youtu.be/l5N7aREQx1w – Oi Juliana Oliveira – link para o filme, depois de tanto tempo está no Youtube.

  5. Assisti esse filme na aula de Sociologia e a professora deu o site de onde ela conseguiu baixar o filme.

    Boa sorte!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: