SCI-FI: Arthur C. Clarke

Comentei que a amizade, para mim, possui um valor elevado?
Não fora os esforços para aproximar-me da moderação, estaria acrescendo um “íssimo” ao elevado.
Um amigo que atualmente lê mais do que eu, fez-me lembrar de Arthur C. Clarke.
Sei, você não sabe quem é Clarke! Tudo bem.

Inventor e escritor. Considerado um dos Big Three da ficção científica, junto a Robert A. Heinlein e Isaac Asimov. Um cientista dos melhores, sua contribuição de maior importância, talvez, seja o conceito em 1945, do satélite geoestacionário como “futura ferramenta” para desenvolver as telecomunicações. Hoje temos o celular na mão. Ele propôs essa idéia em um artigo científico intitulado “Can Rocket Stations Give Worldwide Radio Coverage?”.
Escritor dos livros: O Fim da Infância (1953); Os náufragos do selene (1961); Encontro com Rama (1973) e outros mais famosos.

Citei na ordem de importância para mim. Eu os li entre 1977 e 1985, portanto são as memórias de … Vou deixar sem o cálculo do tempo. 😉
Bom lembrar que Clarke descreve em detalhes o que mais tarde se confirma. Um exemplo é a chegada do homem a lua e a similaridade com as imagens antes sugeridas em seus livros. >>>

Suas premonições, como gosto de pensar, descrevem o futuro.
Algumas de suas idéias, como a do “Elevador espacial“, a poucos dias estavam nas manchetes de periódicos científicos como uma das possibilidades economicamente viáveis para os projetos espaciais.

O Fim da Infância trouxe a meu mundo um tremor 7.5 na escala Richter.
Em filme mental a cores, Clarke descrevia primorosamente o que eu, já de alguma forma, havia capturado. Uma informação que muito se assemelhava ao que ele falara.
Um tipo de mutação humana. Seres humanos com capacidades especiais (hoje sei, são naturais, não especiais).
Por aqui, no Brasil desta época havia de mutantes declarados, apenas Rita Lee e seu grupo. Mas…, eu já havia visto o que ele descrevia, e rebusquei a memória até encontrar a resposta.
– Os Bioenergéticos.
Minha turma!

Os náufragos do Selene me rendeu bons pesadelos naquela época e acreditem, minha mente nunca mais parou de tentar acessar soluções para o que parece impossível.
Minha inspiração… o precioso Clarke e suas apenas três regras.
Impossível? – Não! Apenas escapou de minha atenção até este instante.

Encontro com Rama… Não vou contar tudo. Talvez, você possa ler alguns desses clássicos ainda recomendados até a presente data. 😀

Ler mais sobre esse autor em: https://kuinzytao.wordpress.com/2008/03/19/arthur-clarke-um-dos-big-three-da-ficcao-cientifica/

Anúncios

Uma resposta

  1. […] Leia mais sobre esse autor em:  SCI-Fi: Arthur C. Clarke […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: