O medo

portas

Fechei as portas do coração ao medo. Ele chegava com aquela expressão de culpa e desespero. Quando elevou a perna e ia pisar em solo afetivo, eu o impedi de entrar. 

Bateu em todas as janelas, forçou a porta, se debateu contra as paredes, até desistir. Não abri. Sei que andou por aí feito mendigo, bebendo qualquer tipo de água, afinal a água limpa não é pública, é privada. Vou vivendo a minha vida, estou segura. Aqui ele não entra. Talvez vá pegar doenças… Pensei… Ah, dane-se. Eu o mantive fora de mim, sem qualquer abertura. Diálogo nem pensar. Até que o vi tombar.

No começo eu estava mais lenta, depois um pouco mais pesada, em algum momento percebi que arrastava um meio-morto enquanto seguia com a vida. Era o medo. Confesso que fustiguei o desgraçado, filho da mãe. Sai de mim! Não quero te ver, não quero te ter, não quero o teu amor. Nada, nenhuma reação. Apenas fiquei mais fraca.

Tento saber como fazer para cortar fora, algo que não desata. Aproveito que ele não se move mais e dou umas cutucadas para ver se não é trapaça. Coragem, coragem, só chegar perto e ver como me livro da praga… Ao despi-lo, para descortinar possíveis artimanhas, descobri que era pura veia e músculo retesado, sofrimento puro. Sem máscaras. Apoio sua cabeça para um maior conforto e me afasto. Ao voltar o olhar fico petrificada… Era eu! Era eu veia e músculo, na porta da desacordada. O pavor me acordou.

Sentada, com o coração aos pulos, pensei muito, a imagem ainda impregnada.

Hoje, abro as portas do coração ao medo, talvez ele não esteja tão próximo que facilmente eu o encontre. Mas, vou buscá-lo e falar que seu espaço na sala mais aconchegante do corpo está reservado, abrigo que eu nunca deveria lhe ter negado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: