Violeta – Energia/Cor

É o medo, útil aos sentidos na manutenção da condição de alerta,
obriga a focar a atenção.
A representação da Força. É quem tem estrutura para fazer o que é preciso.

Amputa-se uma perna, para que não se perca a vida.
Associa-se ao verde para a boa saúde e a assepsia.
É a energia da transformação.

O violeta é a mistura do vermelho e o azul, enquanto o vermelho despende energia, o azul as recompõe.

A pedra ametista é um símbolo violeta.
A palavra ametista vem do grego e significa “não se embriagar”
.

A única constância em vida é a mudança. Aprender é mudar.
A embriagues distorce a percepção. Ao embrigado escapa
o aprendizado, a atenção ao registro dos fatos.
Em uma nuvem de embriagues, a realidade torna-se ilusão de ótica.

A purificação através da energia violeta é chamada de transmutação,
que se dá pela queima de um carma (abdicar de um hábito, modo de agir, conhecimento ultrapassado, crença).

Queimar um carma é transformar em cinzas, pó! Nada sobra desta queima.
Um Ser, agora livre de suas cargas, para recomeçar.
Não como antes, mas com toda a amplitude adquirida ao observar
o que virou cinzas e o que é real em sua existência.
Essa visão é inesquecível e indiscutível.
A realidade se impõe como vivência.

O porquê do uso da embriagues
Embriagues em sentido amplo, como qualquer forma de sedação dos sentidos

Mantemos a crença de que fomos criados a semelhança de Deus, portanto onipotentes, poderosos, e gostamos de aparentar imponência (visão imperfeita que temos do criador).
Não parece imponente uma pessoa em transformação, é difícil estar atento a aparência, atento às impertinências alheias, ao posto que se ocupa nos palcos do mundo.
Somos todos irmãos, em estágio e aspecto de crescimento diferentes, alguns momentos parecemos imponentes e em muitos uma massa distendida em modificação. O gosto por aparentar crescimento, em vez de crescer realmente, faz com que se escolha entorpecer os sentidos para manter a simulação.
Tem-se a ilusão de que um “ser crescido” não sofre, sua compreensão parece muito avançada, o que representa sofrimento a um “não crescido”, a ele pode parecer bobagem.
Medito sobre esse assunto, e a idéia que surge em minha mente é que, possivelmente sofra sim, os motivos talvez sejam diferentes.
O despertar do interesse em um crescimento real, não é a certeza de que não haverá mais sofrimento, mas que deixaremos de sofrer tanto em nome da arrogância.
Aceitar queimar as repetidas tentativas de burlar o universo entorpecendo os sentidos, é compactuar com sua exigência de desenvolvimento, de uma expansão da consciência.

A alegria, a felicidade está à disposição dos sentidos, através deles temos acesso a essa realidade, no caso de não estarem entorpecidos.

O violeta reflete nobreza, dignidade, respeito próprio.
É a cor da realeza em sua forma mais sublime.
Vibra com a força da integração da unidade.
É um idealista prático, humilde.
Aproxima-se para contribuir com a transmutação de uma situação.

Recebe a influência de outras cores. Sempre inter-relacionada com os outros temperamentos.
Transforma toda a vivência em aprendizado (não comete o mesmo erro novamente). Um carma só chega a seu fim, quando o aprendizado se concretizou. A energia mesmo que colocada em idêntica situação, não comete o mesmo erro.

Sendo a décima segunda energia, serve de tampão para que todas as energias cumpram seus estágios de crescimento.

Aspectos descendentes:
Sofre por tudo que possa não lhe agradar, mas nada faz para mudar o que lhe é adverso, além de queixar-se.
Se obrigada a fazer algo, fará o impossível para provar que não adianta. Que não vale a pena.
É a personificação da vítima impotente.
Associa-se a outra energia para fazer o outro sofrer como ela sofre. Culpa outras pessoas por sua incapacidade(desejo) para adapta-se, ou melhor de transformar-se.

Uma das expressões do violeta: Queria ter, mas não tenho condições.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: