Cores e seus humores

Cor é uma sensação provocada pela luz sobre o órgão da visão, isto é,
nossos olhos.
A luz é o resultado de vibrações de um campo,
perpendicular à direção de propagação,
com uma distribuição de energia contínua no espaço. (Ótica Ondulatória)
A luz é considerada como sendo formada por fótons. (Ótica Corpuscular)
Como as diferentes sensações que a luz produz no olho humano,
as cores dependem da freqüência, ou comprimento de onda.


Se, cor é energia, ondas vibratórias e sensação. Aonde chegaremos?
Possivelmente na afirmação de que o ser humano é energia pura, em variada concentração.
Sua vibração mais densa ou sutil, manifesta em sua expressão é captada por nossos sensores.


Os babilônios, Platão, Descartes, Newton, Huygens, Young e Fresnel, Maxwell e Hertz, Max Planck, desenvolveram suas teorias sobre luz e Cor. Esse último, um físico alemão.
No início do século, em seus trabalhos, Max Planck evidencia que a luz é emitida e absorvida em porções de energia perfeitamente definidas, denominadas de “fótons”, partículas que apresentam um “quanta” de energia.
Enquanto navegamos nas múltiplas informações disponíveis na web, procurando sobre cor, encontramos as seguintes expressões relacionadas ao assunto: ondas de rádio, microondas, espectro infravermelho, luz ou espectro visível, raios ultravioletas, raios x e raios gama.

Espectro Eletromagnético
É por aqui que Cosmologia e Psicodinâmica das cores, a meu ver, se alinham.
Dou preferência a Teoria Cosmológica contada pelos Indígenas.
O motivo é o seguinte: Sempre que alguém tenta associar uma personalidade a uma cor, se observamos a pessoa com cuidado, percebemos que ela não expressa só um temperamento.
A Cosmologia, contada pelos índios, diz que temos todos os 12 temperamentos. Esses temperamentos podem estar alinhados, equilibrados, atuando construtivamente ou, desalinhados, desequilibrados, atuando de forma destrutiva. Estas formas de expressão, estes humores, estão todos dentro do corpo, e, segundo suas crenças, a espera de instrução e espaço para se desenvolverem.

Portanto, somos efervescentes, uma potência a espera de oportunidade.

Alguns são comandados aparentemente por uma energia-cor, mas as outras estão ali e se deixam comandar ou se omitem, mas estão ali no corpo.

Você conhecendo essa teoria poderá, em algum momento, imaginar, onde estará esse aspecto em mim?
Onde você se oculta “energia-cor”?

Ela (a energia-cor) precisa de informação/alimentação para ter destaque e ocupar o espaço que tem direito em você.

Cosmologia, uma lenda divulgada por indígenas

Os índios, contam, que uma pessoa é uma fagulha de luz (que é 3),
captada na relação homem/mulher;
e que a cada 3 meses essa fagulha atrai outra fagulha
(que também é 3) e se une a essa;
que ambas, em 3 meses atrairão outra (que também é 3);
repetir-se-á mais uma vez essa atuação. Sendo que nesse instante,
não poderá mais ser contida pelo corpo da mulher, caindo na terra.
Uma mulher precisa estar “inspirada”, quando gestante.
A qualidade da inspiração atrairá luz de maior ou menor intensidade.
E assim, segundo a cosmologia contada pelos indígenas, a pessoa é composta de:
A fagulha que traz o ar (e que é 3): Rosa, Azul e Branco
– Comunicação, observação, sensações;
A fagulha que traz o fogo (e que é 3): Vermelho, Preto e Dourado
– Calor, eletricidade e magnetismo;
A fagulha que traz a terra (e que é 3): Marrom, Amarelo e Verde
– Os minerais, material que tomará forma;
A fagulha que traz a água (e que é 3): Violeta, Azul Celeste e Prata
– Umidade, flexibilidade, rapidez.

Observação:
Há vibrações mais sutis, aceleração positiva, construtiva:
Há vibrações mais densas, menor vibração, aceleração negativa ou destrutiva.


Expressão de cada cor
Seus equilíbrios e desequilíbrios

Cores que representam Ar

Branco

Composição: A Luz!
Representação: O Passado!
O que leva o branco em direção ao movimento: A originalidade. O humanitarismo. O bem para todos. A transparência nas ações. A pureza. É a cor imaculada. Ama universalmente — de forma protetora. Amor a liberdade de todos, não só relacionado a família. É o doador.

Atuando em Seus aspectos descendentes (negativo):
Tirania, excentricidade, fanatismo, libertinagem, revolta, perversidade, impaciência, doa esperando reconhecimento.

> Uma expressão verbal do Branco: É seu!


Azul

Energia que racionaliza, que pergunta, que pesquisa, que busca a lógica sobre os outros temperamentos. É o elevado, o científico, a razão, o intelecto, a administração dos pensamentos, a boa memória; aptidão para expressar-se pela palavra e pela escrita, apto sempre a adquirir conhecimento pela razão. O azul recompõe as baterias energéticas, pois o ar está em todas as células do corpo. Na parada necessária após um exercício forte, percebe-se os mecanismos do corpo todo em direção à oxigenação, assim é o retorno à tranqüilidade, ao equilíbrio e à estabilidade. Isso se dá em termos físicos, mentais e emocionais. Quando se chega correndo e se quer falar, uma máxima antiga é válida: “Respire! Antes de falar, respire!”, e de preferência profundamente.

De forma semelhante após uma empreitada que absorveu muita energia, para retomar as rédeas da vida (ou do projeto) é preciso parar, refletir, reorganizar as idéias, observar. É uma forma de se orientar no ambiente e nas condições disponíveis.

Aquieta-se o corpo físico para dar prioridade à oxigenação, e com ela adquirir clareza mental e emocional. Ao formular teorias desenvolve a capacidade de projetar-se para antever possíveis caminhos. O azul desloca-se de seu universo, a outros universos para aprender, adquirir conhecimento e retorna distribuindo o conhecimento adquirido, desloca-se novamente expande-se em compreensão e novamente distribui. Diz-se que o azul assemelha-se ao planeta Elno que não mantém um trajeto idêntico aos outros planetas e em sua trajetória a outros universos traz consigo força para empurrar os outros planetas em direção a um estágio superior, tirando esses de seu trajeto regular.

Seus aspectos descendentes:
Presunçoso, esperto, desumano, ateu, negligente, sem princípios, indeciso e nervoso; nunca aprofunda realmente uma teoria, pois não está em busca de soluções e sim quer provar que está certo.

> Uma expressão verbal do Azul: Será que tenho condições de ter?


Rosa

Infantil
A inocência. O brincar. A alegria límpida e pura. O prazer. O deleite. Atento a tudo que o circunda. O amor da criança. Apenas ama, sem motivos, sem limites. Brinca de imitar, faz de conta. Quando se aborrece, não brinca mais. Testa os limites o tempo todo; obedece por amor e por medo; Paralisa: por impotência frente a algo que, a seus olhos, é imenso, assustador.
Observação:
É a cor predominante em todos até 12 anos.

Adulto
O Rosa adulto torna-se Magenta, a energia que traz em si uma profunda compreensão, capaz de dons como “perdão”.
Afetuosidade, doçura, dedicação, reverência e gratidão. Comprometimento e maturidade adquirida em conseqüência da convivência e experiência junto a outras energias. Dons administrativos e grande compaixão. O Diplomata, exerce a ciência da cortesia; a capacidade de convencer pacífica e prazerosamente. Aprecia tudo o que é bom e bem feito. É o próprio desfrutar; é a gentileza. Também o ator, pode representar todas as cores se isso lhe der prazer. Move-se através do Prazer. Atento a tudo o que o circunda. Brinca com a sedução. É o Amor incondicional. Não aceita limites, testa novas abordagens, novas formas de Comunicação. Amor profundo e admiração pelo outro(s) o elevam na direção de ações construtivas.

Seus aspectos descendentes:
São eternos infantilóides, negam-se a crescer, negam-se a assumir responsabilidades.

> Uma definição do Humor do Rosa: Isso às vezes é seu e às vezes não.


Cores que representam o fogo

Dourado

Representado pelo Sol.
É o presente, o tempo conhecido, a ação conhecida. Vontade, força vital, individualidade, autoridade, coragem, maestria, responsabilidade, dignidade, generosidade, doçura, delicadeza, refinamento, o gosto pelo esmero e bom trato.
É também, quem aponta caminhos, a ponta da flecha, segue a frente como a própria iluminação. Dificilmente se protege, pois possui uma aura benéfica, contagiante, sua identidade está no agir e no discurso idênticos. Uma pessoa com essas características, quando compreendido em suas ações é apoiado, protegido. Como dificilmente verá a si mesmo como separado da comunidade que ilumina, age confiantemente. É reconhecido e valorizado pelas pessoas, constantemente consultado e quando fala é difícil não contar com uma sólida platéia.

Seus aspectos descendentes:
Orgulhoso, arrogante, ambicioso, vangloriador. Aceita desafios sem perceber se conta com o apoio dos demais. Sem apoio torna-se um herói morto. A incompreensão de suas escolhas também pode torná-lo alvo de chacotas dos demais.

> Expressão do Dourado: Isso sou eu!


Preto

É a primeira na ordem de nascimento de energias. Pai de todas as energias. É o futuro, pois ele é desconhecido. Imediatista, a energia que materializa, o sugar para si (obter bens). Criativo, tudo nasce do preto. É quem lida com o dinheiro. Protetor, equilibrado. Em geral misterioso, calado, cativante e magnético. Confiança interior, auto-afirmação. Práticos.

O adolescente usa muito o preto como opção, para isolar-se, para anular ou neutralizar o assédio a que esta exposto. É a cor do mistério e mantém as intenções no anonimato. Instigante. A obscuridade das origens. É preciso vencer o nada, a escuridão em si (símbolo da ignorância) para assegurar a própria metamorfose (evolução).

Seus aspectos descendentes:
Não lidar bem com o dinheiro, possessivo, ameaçador, usa o magnetismo para enganar, sugar o outro (vampirismo energético). Depressivo. Inseguros e instáveis.

> Expressão do Preto: É meu!


Vermelho

Determinação, resistência, sexualidade, combatividade, agressividade, vontade de obter, espírito de luta. Um guerreiro nato. O social não lhe impede de fazer o que deseja e a moral lhe é própria, não se importando com os outros, se não estiver agindo em consenso com a unidade (corpo da pessoa). Quando atuante, percebe-se no corpo. É vivo, vibrante, sente-se o corpo completo, em uso, habitado. É um desbravador, o espírito de pioneirismo que nos eleva. Afetivo, perdoa com facilidade é grato.

Alegre, o vermelho é a própria alegria, uma alegria sólida que independe, não quebra, mesmo em experiências difíceis, grandes provações. É o bom humor em qualquer tempo.

Seus aspectos descendentes:
Ácido, violento, grosseiro, cruel, rancoroso, vingativo, inapropriado, sexual em momentos indevidos, sente-se continuamente desafiado, desconfia de tudo e de todos. Joga o tempo todo na defesa-ataque. Ataca quem não pretende se defender ou não consegue. Diante de um desafiante com idêntica força, mostra-se covarde, esconde-se, foge do desafio. Omite-se. Impacienta os outros. Não reconhece autoridade, não respeita o corpo, a família, normas, amigos.

> Uma expressão do Vermelho: Eu vou conseguir!


Cores que representam Terra

Verde

A amizade, a nutrição, a escolha, companheirismo. Energia da alimentação física, mental e espiritual. Tolerante, compreensivo, liberal, generoso, cooperativo, harmonioso, é a imagem da proteção e segurança. Cria um ambiente propício para decisões. Tem em sua natureza a evolução. Bem-querer, perspicácia, é a percepção, expansão, otimismo, amor á humanidade no sentido de alimentar e não no sentido de salvar. É o poder da tradução e transformação das idéias em alimentação e nutrição cósmica. Paixão pela justiça e a verdade. O corpo obedece ao espírito e o serve. Associado ao violeta é saúde. O tratamento. A cura.

Seus aspectos descendentes:
A inconsideração, o jogo psicológico, a negação do alimento físico, mental ou espiritual. Paixão por paixão. É quem fornece drogas ao viciado, recebe ordens do marrom, banca o bonzinho, colabora com situações arbitrárias, porque quer ser querido, aceito. O corpo adoece por causa do espírito. É uma pessoa de espírito fraco.

> Expressão do verde: Eu preciso disso.


Amarelo

O equilíbrio dos opostos, mediador do branco e do preto. É questionador. É o interno. É o intuir. Desenvolve a ideação, a ideologia, a anarquia ideológica, a vontade mágica, o ocultismo, a filosofia, divindade e iniciação. Jovial, alegre, risonho, brincalhão, divertido. Onde está um amarelo certamente há diversão. É o sonhador. O empático. Controlando sua loucura, o bom amarelo é capaz de fazer excelentes captações (intuir ou 6º sentido como é chamado comumente).

Seus aspectos descendentes:
A cegueira mental, o estado mental caótico, a incoerência, intriga. É necessário cuidado para que não se aproprie do que não lhe pertence.

> Expressão verbal do amarelo: É nosso!


Marrom

Coordena e administra tudo que é material. É a organização e a ordem física. Tudo tem seu espaço e momento. Segue uma agenda rígida e a cumpre. Jamais permite, quando ascendente, que uma cor-energia, invada ou inviabilize as condições de outra. Neste caso, nenhuma cor-energia da unidade (corpo) é preterida. Relacionada as propriedades, a paternalidade, às hierarquias (faz respeitar), ao domínio do espaço físico a que pertence. É estável, constante nas responsabilidades cotidianas, resolve questões complicadas de forma simples e direta. São pessoas sensatas. Diz não, com simplicidade e tranqüilidade, não retornando a um assunto já decido, o que atrai a antipatia de energias-cor, em especial as questionadoras.

É ciumento e até avaro, pois não desperdiça energia. Protege o que não pode se defender, portanto as coisas possuem tanta importância quanto as pessoas, pois sua aquisição despendeu energia. É o dono dos conhecimentos sobre a terra e daquilo que dela subsiste.

Seus aspectos descendentes:
Desorganizado, não protege, impõe-se, ou mantém uma organização sufocante. Sua fraqueza é o álcool.

> Expressão verbal do marrom: Isso é meu, isso é seu e isso é de vocês.


Cores que representam Água

Prata

O tempo. Surge em função da necessidade de ação, movimento, da não inércia. Produz conhecimentos que sobrepujam a razão e que não são esclarecidos através dela.

É a comunidade, é um guerreiro com estratégia e o poder da invisibilidade, não é visto, não recebe louros. O dono do tempo. Pode espelhar e assim, não ser visto. É a capacidade de projeção, de distanciamento para estudar possíveis probabilidades. Reconhece o outro, nunca impõe.

Seus aspectos descendentes:
Quer e pretende que ação e desejo sejam imediatos, em seu extremo são pessoas epilépticas. Nunca o tempo é suficiente para elas, não conseguem viver em comunidade, impõe, não respeitam os outros, principalmente não reconhecem o valor de uma convivência comunitária.

> Expressão verbal da energia-cor Prata: Pertence ao movimento cósmico!


Azul Celeste

Criatividade, artes, o talento artístico e estético, beleza, harmonia, sensualidade, as afeições, as seduções. É a beleza em sua majestade. Sublima o vermelho e o traduz em sensualidade sustentada. Percebe-se no celeste sua força, determinação, capacidade realizadora e criadora. Movimentos soberbos, consciência do corpo, da mente e também da força de espírito. A única energia dotada da capacidade de criação. Popular nas crenças africanas como a Rainha das Águas. Na mitologia como Afrodite. Suprema forma de amor, a maternidade.

Seus aspectos descendentes:
A inconseqüência, seduz por vaidade, vaidade extremada. Voltado para si e para o espelho, não considera o outro.

> Expressão verbal do celeste: Ele precisa disso.


Violeta

É o medo, útil aos sentidos na manutenção da condição de alerta, obriga a focar a atenção. A representação da Força. É quem tem estrutura para fazer o que é preciso. Amputa-se uma perna, para que não se perca a vida. Associa-se ao verde para a boa saúde e a assepsia. É a energia da transformação. O violeta é a mistura do vermelho e o azul, enquanto o vermelho despende energia, o azul as recompõe.

O violeta reflete nobreza, dignidade, respeito próprio. É a cor da realeza em sua forma mais sublime. Vibra com a força da integração da unidade. É um idealista prático, humilde. Aproxima-se para contribuir com a transmutação de uma situação. Recebe a influência de outras cores. Sempre interrelacionada com os outros temperamentos.
Transforma toda a vivência em aprendizado. Um carma só chega a seu fim, quando o aprendizado se concretizou. A energia mesmo que colocada em idêntica situação, não comete o mesmo erro. Sendo a décima segunda energia, serve de tampão para que todas as energias cumpram seus estágios de crescimento.

A pedra ametista é um símbolo violeta.

A palavra ametista vem do grego e significa “não se embriagar”.
A única constância em vida é a mudança. Aprender é mudar. A embriaguez distorce a percepção. Ao embrigado escapa o aprendizado, a atenção ao registro dos fatos. Em uma nuvem de embriaguez, a realidade torna-se ilusão de ótica. A purificação através da energia violeta é chamada de transmutação, que se dá pela queima de um carma — abdicar de um hábito, modo de agir, conhecimento ultrapassado, crença.

Queimar um carma é transformar em cinzas, pó! Nada sobra desta queima.

Um Ser livre de suas cargas, para recomeçar. Não como antes, mas com toda a amplitude adquirida ao observar o que virou cinzas e o que é real em sua existência. Essa visão é inesquecível e indiscutível. A realidade se impõe como vivência.

Os porquês do uso da embriaguez  – Embriaguez em sentido amplo, como qualquer forma de sedação dos sentidos

Mantemos a crença de que fomos criados a semelhança de Deus, portanto onipotentes, poderosos, e gostamos de aparentar imponência (visão imperfeita que temos do criador). Não parece imponente uma pessoa em transformação. É difícil estar atento a aparência, atento às impertinências alheias, ao posto que se ocupa nos palcos do mundo. Então, se nos preocupamos com parecer estar bem nestes períodos de intenso aprendizado, o palco da vida torna-se exaustivo.

Somos todos irmãos em estágio e aspecto de crescimento diferentes
Em alguns momentos parecemos imponentes e em muitos uma massa distendida em modificação. O gosto por aparentar crescimento enquanto não o atingimos, torna tentadora a possibilidade de entorpecer os sentidos para manter a simulação. Conquistar esse status é contato com a realidade, é saber que as aparências não nos consolam quando o sofrimento transborda por nossos poros. As tentativas de burlar o universo entorpecendo os sentidos, se interpõem a exigência natural de expansão da consciência.  E as questões cotidianas, deste modo, parecem insolúveis. Cabe lembrar que a alegria e a felicidade também dependem de que estes sensores estejam alinhados.

Possivelmente aqueles que atingem um bom grau de tolerância à frustração, podem manter o equilíbrio, e queremos esta maestria. Entretanto estamos em crescimento e ainda somos jogados sem controle pelas ondas de nossas emoções, não é saudável negar essas sensações. É um convite interessante e o prêmio magnífico:  conquistar serenidade.

Seus aspectos descendentes:
Sofre por tudo que possa não lhe agradar, mas nada faz para mudar o que lhe é adverso, além de queixar-se. Se obrigada a fazer algo, fará o impossível para provar que não adianta. Que não vale a pena. É a personificação da vítima impotente. Associa-se a outra energia para fazer o outro sofrer como ela sofre. Culpa outras pessoas por sua incapacidade (desejo) para adapta-se, ou transformar-se.

> Uma das expressões do violeta: Queria ter, mas não acredito que tenho condições.


Mental Superior

Assumindo uma condição construtiva, ascendente, as energias-cor, se associam, para atuar como uma comunidade, nesse momento, haverá a associação (colaboração) de todas para que o corpo possa atuar em sincronia, como se fosse uma só energia-cor, seu representante é o Laranja.

Laranja

É o comandante das 12 energias físicas. Equilíbrio, Ordem, Integração, Vitalidade.
A 13º Cor – É a associação de
Vermelho + amarelo, ou
Vermelho + dourado, ou
Vermelho + prata


Cinza

Comparado a régua e compasso – possui energia como um príncipe. Sempre ao lado do marrom que é seu apoio nas decisões. O laranja é sua fachada. Permanece nos bastidores observando, planejando e tomando decisões.

Preto + Branco, ou
Preto + Prata, ou
Prata + Branco, ou
Rosa + Azul + Branco

Obs.: Quando se fala, “funcionam como uma comunidade”, “associam-se para a própria construção” é uma expressão literal. Observa-se isso, ainda mais nas energias que aqui nomeamos “mentais”.


Púrpura

Modéstia – Intermediário – Paixão – Como se apaixona
Vermelho + Rosa + Azul
Vermelho + Violeta + Azul


Carmim

Como segue a paixão – Criar o exército – Como se mantém apaixonado
Vermelho + marrom
Rosa + marrom
Vermelho + azul


Lilás

Porque segue a paixão – Como seguir a paixão
Prata + violeta + azul
Prata + Rosa + Azul
Prata + Celeste + Azul


Roxo

Guardião do que você faz ou combina consigo mesmo, caso não siga, faz você voltar ao princípio.

Púrpura + Preto


Limão

Aproximação – trégua – um convite para rever atuações
Amarelo + verde + branco
Amarelo + verde + prata


Ouro

Contemplação – Exemplo
Amarelo + Dourado
Amarelo + Prata


Energias-Cor nº 21 – Cobre ou Platino

Uma ou a outra, manda tomar decisão de forma consolidada. Possuem a clareza de um raio.

Cobre
Ouro + cinza + Vermelho ou,
Platino
Limão + Cinza + Vermelho


Tacto

A graça do homem cavalheiresco. (imagem mais aproximada)

Ouro + Celeste
Platino + Celeste


Carbono

O Ego desintegra – a compreensão cósmica

Roxo + ouro + tacto


Cristal

As 23 energias-cor anteriores estão em movimento; surge o 5º elemento para este indivíduo.


A madeira.

25 a 31 – São energias-cor de alto equilíbrio mental e emocional, a elas nomeamos como espirituais, com o sentido de intocáveis por elementos desequilibrantes.

Anúncios

6 Respostas

  1. […] Cores e seus Humores […]

  2. Sou adepta da Cosmologia há um bom tempo, li seu artigo sobre Cosmologia e gostaria se possível saber a fonte de seu conhecimento.

    Grata
    Abr
    Vera

    • Aprendi com um grupo Prata, aqui no Rio Grande do Sul.
      Um terapeuta chamado Sadi, nos passava o que aprendia com o Grupo Prata de São Paulo. Onde você conheceu a cosmologia, Vera?

  3. Have you considered the fact that this might work another way? I am wondering if anyone else has come across something
    exactly the same in the past? Let me know your thoughts…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: